O Que é preciso Para Encaminhar-se Bem Nas Provas Dos Concursos? Onze Erros Fatais Na Hora De Estudar Para Concursos Públicos /h1>









A língua portuguesa é causador da maioria das reprovações em concursos públicos. Secretário Estadual Da Educação Tenta Vaga De Reitor Do ITA pelo motivo de muitos candidatos acreditam que agora sabem a matéria e acham que não necessita preparar-se. A autora do livro Gramática Aplicada a Textos e Perguntas de Concursos, Adriana Figueiredo, destaca que o estudo dessa matéria pra concursos não tem nada a ver do que aprendemos na instituição. Segundo ela, as provas dos cargos de nível superior, são bem mais difíceis do que as de nível médio.

“Alguns candidatos não estudam da maneira devida e a língua portuguesa passa a ser um diferencial. Diversos professores de novas matérias me dizem que não podem ensinar seus tema porque os alunos não conseguem interpretar os enunciados”, argumentou. Como Se Aprontar Para Comparecer Bem Nas Provas Do ENEM? o candidato deve preparar-se a partir de livros específicos para concurso. “Só consegue passar quem conhece super bem a banca. Fazer umas 10 provas imediatamente é uma bacana preparação”, falou. Neste instante o diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella, reconhece que conhecidas no mundo de quem almeja fazer porção da carreira pública, as bancas organizadoras possuem um perfil distinto entre cada uma.

Advertisement

Em consequência a isto, vários candidatos e também estudar as disciplinas cobradas em concursos, também estudam a maneira que a banca se comporta e cobra tais disciplinas. Ele lembra que a FunRio é uma banca relativamente nova nos grandes concursos. O perfil dela vem se desenhando prova a prova. Essa banca vem cobrando perguntas literais, “letra da lei”, favorecendo mais a memória que o raciocínio do aluno. Pra essa banca o candidato precisa evitar perder bastante tempo nas dúvidas. Português é final e é meio.

Saber a tua língua mãe é algo fundamental pra se fazer a intercomunicação adequada. Sem o conhecimento da língua, não há como se aprofundar em nenhum outro ramo do conhecimento humano. Em vista disso, a tua imposição em nível tão alto nos concursos. Pense um servidor público incapaz de redigir um ofício! O estudo da língua portuguesa é de a credibilidade é gigantesca. As provas são muito difíceis e Português assume papel decisivo pra classificação ou não de um candidato. O serviço precisa ser feito a alongado tempo.

Inicialmente, se o indivíduo tiver grandes dificuldades, precisa fazer um curso básico. Se a pessoa já vier com sensacional base, se tiver estudado em bacana faculdade, pode pular essa etapa e fazer um curso avançado específico (com média de sessenta horas). A continuidade vem com as turmas de exercícios. Enfatizo que o ótimo candidato de concurso público tem que recordar-se a toda a hora de que o estudo não podes ser feito a curto prazo.

É lógico que se poderá fazer uma subdivisão do Português, contudo honestamente acho que não é o rumo mais adequado. Hoje muitas questões trabalham com conceitos inúmeros da língua. Por isso, o primordial não é mais preparar-se cada conteúdo como algo estanque, entretanto como uma coisa que faz divisão de um conjunto.

Advertisement

Pela redação, poderá-se fazer uma observação em tão alto grau do conhecimento gramatical do concurseiro, mas assim como de sua perícia de organizar um texto, de criar tuas idéias com coerência e de argumentar com lógica. O estudo de redação também é de grande prazo, requer um professor empenhado que esteja acessível para emendar diversas redações do candidato.

Share This Story

Get our newsletter